Acompanhante, meretriz, cortesã

Acompanhante, meretriz, cortesã

Ahhh as acompanhantes, elas já tiveram várias palavras que as definiam, já foram, cortesãs, meretrizes, mulheres da vida, garotas de programa, hoje são chamadas de acompanhantes, algumas delas, pelo valor cobrado chegam a ser sinônimo de status e posição social.

O trabalho é o mesmo a séculos, divertir, agradar, e fazer companhia a diversos homens em troca de dinheiro. Se no passado muitas não tinham alternativa, hoje muitas mulheres escolhem esse caminho, algumas formadas, outras já doutoras, outras em busca de um sonho alimentado pelo dinheiro, tem quem chame acompanhante de mulher de vida fácil, tem o macho viril que prefere apenas chamar de puta.

Entre as acompanhantes de Brasília é comum escutar relatos sobre os nomes dados as tais acompanhantes de luxo, hoje elas se aproximam mais das cortesãs de antigamente, são cultas, participam de eventos públicos, muitas vezes substituindo a esposa do cliente, acompanham a viagens, jantares, mas é no fim da noite que a coisa esquenta, carícias, promessas, corpos ardentes esculpidos em academias ou cirurgiões habilidosos prontos para serem entregues ao sortudo da vez.

Assim é a profissão dita a mais antiga do mundo, cercada de tabus, definições, dinheiro e sexo e feita de duas partes que por natureza se atraem, homem e mulher!